TIPOS DE EMPRÉSTIMO

Se você está com dívidas e problemas na sua vida financeira, uma boa solução pode ser buscar um crédito no mercado. Mas qual? De todos os tipos de empréstimo existentes hoje, qual é o mais vantajoso?

Essa é uma dúvida de muita gente. Afinal, todos sabemos como um empréstimo pode ser complicado e se transformar em uma dívida ainda maior do que aquela que você tinha inicialmente. E ninguém quer isso, não é mesmo?

No artigo de hoje, nós vamos analisar os tipos de crédito existentes no mercado hoje em dia para que você decida qual deles é o mais vantajoso. Vamos lá?

QUAIS SÃO OS TIPOS DE EMPRÉSTIMO QUE EXISTEM NO MERCADO HOJE?

Se você busca por um crédito para sanar suas dívidas ou mesmo para investir em algum sonho, como uma viagem internacional, deve entender qual é a opção mais vantajosa para não pagar mais do que precisa.

Para decidir isso, precisamos primeiro conhecer todas as opções de crédito no mercado atualmente. Confira como elas funcionam:

EMPRÉSTIMO PESSOAL

É o tipo de crédito mais comum na praça hoje em dia. Basicamente, você vai até um banco ou financeira e assina um contrato, recebendo o dinheiro emprestado por eles.

Para que o negócio seja aprovado, é preciso comprovar sua capacidade de devolver o dinheiro emprestado acrescido de juros.

CRÉDITO CONSIGNADO

Esse empréstimo funciona de forma similar ao pessoal, mas está vinculado ao seu emprego ou algum benefício do INSS. Funciona assim: o banco ou a financeira libera o valor do crédito para você, usando seu salário (aposentadoria) de garantia.

Assim, o pagamento de cada parcela mensal é descontado diretamente do seu recebimento, diminuindo as chances de calote (e os juros!) no processo.

CARTÃO DE CRÉDITO

Todo dono de um cartão de crédito tem duas escolhas quando chega a fatura do mês: pagar o total ou quitar o “mínimo” estabelecido. Quando você escolhe pagar apenas o mínimo, o que acontece judicialmente é que você pega um empréstimo do valor restante da fatura com a sua operadora.

Por exemplo, imagine que a sua fatura desse mês veio R$ 1.500 e o mínimo (15%) seria de R$ 225. Se fizer o pagamento desses 15% apenas, estaria pegando emprestado cerca de R$ 1.275, que iriam para a fatura do mês seguinte, com os juros estabelecidos pelo mercado.

CHEQUE ESPECIAL

Esse tipo de empréstimo parece muito com o pessoal, mas com um pouco menos burocracia (e um valor menor disponível também).

Basicamente, seu banco libera um valor X todos os meses na sua conta, na condição de Cheque Especial. Se você precisar usar, não precisa pedir autorização ou algo do tipo, basta passar seu cartão ou sacar no caixa eletrônico.

FINANCIAMENTO

Quando você precisar comprar alguma coisa cara, como um imóvel ou um carro, pode optar por um financiamento. Nesse caso, a instituição empresta o dinheiro necessário para fazer essa aquisição e estabelece em contrato as condições de pagamento.

EMPRÉSTIMO COM GARANTIA DE IMÓVEL

Também chamada de Home Equity, nessa modalidade de crédito o banco oferece até 50% do valor do seu imóvel (com teto de R$ 2 milhões), aceitando como garantia de pagamento o próprio imóvel.

Como há garantia, os juros são menores e o prazo de pagamento é maior.